COMPARTILHE ISSO

Ao que parece, a justiça brasileira está realmente disposta a levar a uma nova instância a investigação contra o WhatsApp. Os problemas da justiça brasileira com o WhstApp já causaram a derrubada do serviço por duas vezes (e as duas foram, depois, revogadas), e aparentemente veremos isso acontecer pela terceira vez.

whatsapp vidroidSegundo apurou o UOL, os próximos passos da investigação que a polícia está fazendo dependerá da colaboração do WhatsApp. Juristas ouvidos pelo site acreditam que o processo que envolve o app e o juiz Marcel Montalvão, da comarca de Largato (SE), deve ser levado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). Caso isso aconteça, o app estará sujeito a pelo menos mais um bloqueio.

Isso tudo vai depender de como será elaborado o relatório que vai ser encaminhado ao STJ. Caso Montalvão ache que suspender o WhatsApp será conveniente para dar continuidade nas investigações do STJ, muito provavelmente será mais uma fez feito.

Problema: Criptografia irreversível

No início de todo o processo, a equipe do WhatsApp insistiu que não teria como ajudar, pois utiliza uma criptografia irreversível para proteger os dados dos seus usuários. Isso é imensamente questionado pela equipe especialista em segurança da informação consultada no processo, que afirma que o sistema de criptografia pode ser revertido tecnicamente, e portanto as informações não são entregues “de má fé”. Até o momento, já foram aplicadas multas para o serviço, além dos bloqueios que já vimos. Inclusive, Diego Dzodan, vice-presidente do Facebook na América Latina chegou a ser preso por determinação da justiça, devido à esse processo.whats bloqueio

Uma escapatória para os usuários

Para a sorte dos usuários do comunicador, a forma como o bloqueio é feita é muito ineficiente. Basicamente falando, o que é feito é proibir as principais operadoras de internet do país (Claro, Vivo, Tim, Oi e Nextel) de permitirem o acesso ao WhatsApp por usuários com IP registrado dentro do território brasileiro. O IP é a identidade da sua conexão, como seu documento de identificação pessoal. Como é o IP que fica impedido de utilizar o WhatsApp, é possível utilizar os serviços de VPN para burlar esse bloqueio. Assim, você literalmente insere um tipo de máscara no seu IP, fazendo parecer que você não está no Brasil e, portanto, não pode ser impedido de utilizar o sistema. Em um antigo tutorial, ensinamos a fazer isso. Você pode ler, caso queira se preparar, clicando aqui.

 

Fontes: UOL, AndroidPIT
Imagens: Vidroid, AndroidPIT

mm

Otavio Miguel

Administrador e autor do site. Apaixonado pelo que faz e fiel a Deus. Aluno de Engenharia de Computação na UTFPR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: