COMPARTILHE ISSO

México – Uma jovem de 26 anos foi morta e dissolvida em ácido por um homem (também de 26 anos) que conheceu através do aplicativo Tinder. Após alguns encontros secretos, a mulher negou sexo ao homem, que a matou em seguida.

O homem, Emmanuel Delani Valdez Bocanegra, dissolveu o corpo da mulher em soda cáustica e ácido clorídrico (ácido considerado forte, responsável pela digestão no nosso estômago), possivelmente em uma tentativa de esconder o corpo e ocultar o crime. Os restos mortais foram encontrados em sacos de lixo na varanda do apartamento do homem, após a família e amigos avisarem a polícia sobre o sumiço da jovem, na cidade de Leon.

O assassino estudou na mesma universidade da jovem – Universidade de Guanajuato. Essa informação foi descoberta por amigos que investigaram interações nas redes sociais por estarem preocupados com a menina. A jovem – Francia Ruth Ibarra Ramírez – desapareceu no dia 3 de dezembro, mas já havia saído com Emmanuel outras vezes, em segredo, após o Match no Tinder.

A reportagem do tabloide Daily Mail informa que foram coletados seis quilos de material humano oriundo dos ossos de Francia. Eles foram encaminhados para exame de DNA, que comprovaram que Emmanuel havia dado fim a ela. Também foi encontrada uma mala com as roupas da vítima no apartamento dele. Depois de todo o trabalho para esconder o corpo, ele fugiu para a Cidade do México e acabou deixando restos mortais de Francia em seu endereço.


mm

Otavio Miguel

Administrador e autor do site. Apaixonado pelo que faz e fiel a Deus. Aluno de Engenharia de Computação na UTFPR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: