COMPARTILHE ISSO

O laboratório Noah’s Ark da Huawei anunciou os resultados da sua pesquisa sobre o Network Mind, primeiro protótipo do mundo a aplicar aprendizado de máquina para obter o controle automatizado do tráfego da rede por meio da detecção automática e previsão das mudanças do tráfego. O Network Mind facilita o gerenciamento de elementos de rede com tempo de resposta de milissegundo, além da adaptação e otimização automática com base nas mudanças dos serviços. O protótipo ajudará as operadoras e empresas de telecomunicação a obterem um controle auto adaptativo de serviços complexos em redes ultralargas.

A quantidade de elementos de rede, tráfego de dados e tipos de serviços de telecomunicações está crescendo à medida que novas tecnologias continuam a surgir, como 5G, Internet das Coisas e realidade virtual. Isto resulta em um nível de complexidade de rede impossível de controlar manualmente. Como a modelagem automática pode ser usada para realizar o controle e o gerenciamento inteligente da rede, isto vem a ser um relevante tópico do estudo.

Em dezembro de 2015, o laboratório desenvolveu o primeiro protótipo de Network Mind da indústria. O protótipo está atualmente sendo testado em colaboração com operadoras de telecomunicações. Os resultados dos testes em redes em operação provam que o Network Mind é eficiente, flexível e confiável para o controle de redes complexas1: é até 500% mais eficiente na compreensão dos principais indicadores de desempenho (tais como conclusão de tarefas e geração de políticas) do que os métodos de controle existentes.

O Network Mind é até 50 vezes mais eficiente na análise de caminhos em grandes redes óticas e essa melhoria pode reduzir o tempo necessário para analisar casos de uso típicos (como a prevenção de falhas em redes óticas), passando de 5 horas para apenas 6 minutos. Quando as condições da rede e os modelos de negócios mudam, o Network Mind se adapta automaticamente e renova seu modelo para minimizar o impacto nos serviços existentes.

A Huawei acredita que o Network Mind aproveitará a adoção do aprendizado de máquina e da inteligência artificial nas redes de comunicação, viabilizando o caminho para redes automatizadas e inteligentes de próxima geração e oferecendo uma melhor experiência de usuário.


mm

Otavio Miguel

Administrador e autor do site. Apaixonado pelo que faz e fiel a Deus. Aluno de Engenharia de Computação na UTFPR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: